Startup Weekend Online termina este domingo com ideias focadas na Covid-19

0
0
0
s2sdefault
Esta edição esteve focada no desenvolvimento de soluções para responder aos desafios relacionados com a Covid-19. Este último dia é dedicado às apresentações finais das ideias. Depois, um júri irá avaliar e indicar os vencedores de cada área

A primeira edição do STARTUP WEEKEND ONLINE da Cheetah Start, organização com a missão de acelerar o ritmo da inovação em Cabo Verde, termina este domingo com quatrocentas participações do país e da diáspora, e com “satisfação pelo nível de participação”.

 
A opinião é de Samir Pereira, o director executivo da Cheetah Start que também saliente o nível de prémio e o destaque internacional que os vencedores poderão vir a ter, produto dos trabalhos desenvolvidos até agora.
 
“Começámos com cerca de 400 participantes a trabalhar em 43 ideias. Hoje [sábado] já estão a definir a criação das soluções, a trabalhar nos modelos de negócio. Estão a ser acompanhados pelos mentores que lhes estão a ajudar na melhor definição das ideias e na criação das soluções. Este domingo estarão a preparar as apresentações finais e depois um júri irá avaliar e indicar os vencedores de cada área”, disse Samir Pereira à RCV.
 
No entender de Samir Pereira, a participação é também motivada por prémios globais que envolvem um parceiro internacional que ajuda o vencedor a mobilizar investimentos para o negócio.
 
“Temos três prémios globais, um primeiro oferecido pela Cheetah Start que é um Boot Camp de inovação durante três dias para as equipas vencedoras de cada área. Temos um outro prémio global oferecido pela ProEmpresa que é o suporte para o desenvolvimento de um protótipo depois desta primeira fase, e temos também por parte de um parceiro internacional, a Pitch Drive, uma consultoria para as equipas para lhes ajudar a mobilizar investimentos para seus negócios”.
 
Prémios globais aos quais se juntarão os patrocinados por empresas nacionais e até pelo PNUD, que colaboram, assim, numa iniciativa considerada muito interessante por se estar a realizar sem barreiras, conforme Samir Pereira.
 
“Além destes prémios globais, temos ainda prémios para cada área. Na área da Saúde, a Emprofac oferereu o prémio, na área da Educação a Direcção Geral de Emprego e Estágio Profissional ofereceu o prémio. Na área da Comunidade o prémio é oferecido pela CV Móvel, na área das Populações Vulneráveis o prémio é do PNUD, e na área das empresas a ProEmpresa ofereceu o prémio. Em cada uma dessas áreas, o prémio oferecido ronda os 100 mil escudos. Esta edição online é muito interessante por acabar com todas as barreiras. Temos vários participantes, desde pessoas com 18 anos a outras já acima dos 60. Temos um público variado, gente sem formação superior e outras a trabalhar no Doutoramento”, pormenorizou.

A primeira edição do STARTUP WEEKEND ONLINE da Cheetah Start, organização com a missão de acelerar o ritmo da inovação em Cabo Verde, termina este domingo com quatrocentas participações do país e da diáspora e com satisfação pelo nível de participação.
 

Imprimir   Email

Video

+ Slide
- Slide
  • 00:00